Centro Médico: Seg. a Sex. - 07 às 18h | Sábados - 07 às 13h

Pronto Atendimento: Seg. a Sex. - 08 às 22h | Sáb., Dom. e Feriados - 08 às 20h

Blog

Ruptura de ligamento: 3 coisas que você precisa atentar!

O ligamento, principalmente o do joelho, é uma articulação que tem exigências extremas e deve ficar estável para aguentar o nosso peso e ter liberdade na hora do movimento.

 

Um simples deslize em uma atividade física pode provocar um incidente, que pode ser bem grave.

 

  1. O que é ruptura de ligamento?

Os ligamentos têm a função de unir dois ou mais ossos e proteger as articulações do corpo. Nesse texto estamos focando a nossa atenção para os ligamentos do joelho, mas os demais também possuem a mesma função.

 

Eles são formados por um tecido fibroso bastante resistente, mas com pouca elasticidade. Essas duas características fazem com que, em primeiro lugar, ele resista muito bem às suas necessidades mas, em casos de uma exigência maior — como uma torção — ele se rompa.

 

Uma lesão muito comum na prática esportiva é a ruptura dos ligamentos cruzados, justamente por conta de uma torção. Ela acontece quando o nosso pé está fortemente apoiado no chão e a perna sofre uma rotação brusca. O ligamento, responsável justamente por conter esse movimento, não aguenta com o peso do corpo e se rompe.

 

  1. Como diagnosticar?

Agora que já explicamos o que é esse tipo de ruptura, mostraremos como identificar essa situação. A articulação do joelho tem dois tipos de ligamento cruzado: anterior e posterior. Eles têm a função de impedir o movimento de translação da tíbia em relação ao fêmur e recebem esse nome porque se cruzam no centro desse local.

 

A melhor forma de diagnosticar a ruptura de ligamento do joelho é por meio de exames. Ao sentir qualquer lesão, é necessário buscar o auxílio de um médico. Eles se baseiam em um estudo do histórico do paciente e fazem radiografias que não causam dor. Além disso, a ressonância magnética também é utilizada, pois é mais aprofundada. Porém, a realização e a interpretação demandam um profissional experiente.

 

  1. Qual o tratamento?

Feito o diagnóstico, é preciso ir atrás de um bom tratamento. E como conseguir isso? Indo a um profissional. Porém, é necessário entender que cada situação requer um cuidado diferente. Confira as opções.

 

Agende uma consulta um #ortopedista do Grupo Médico Dr. José Carlos.

 

Últimos Posts

© 2020 - Grupo Médico JC - Todos os direitos reservados. | Responsável Técnico: Grazielle Carvalho - CRM: 20565